Este evento já ocorreu.
As inscrições estão fechadas.

Métodos e Técnicas de Interpretação para Cinema com Maria Henrique

Objetivo
Capacitar os participantes a:

  • Desmistificar “a Câmara” e ultrapassar a insegurança e a timidez;
  • Melhor se relacionarem com a Câmara ou Câmaras em ambiente profissional;
  • Melhor corresponderem ao que lhes seja sugerido por um Diretor de Atores ou um Realizador, não deixando que toda a linguagem técnica e inerente velocidade de trabalho seja um fator inibidor da criatividade.

 

Formadora
Maria Henrique

Atriz, Encenadora, Diretora de Atores e Formadora, conta já com 25 anos de carreira.

Formada pela Escola Superior de Teatro e Cinema, tem trabalhado com Encenadores como Armando Cortez, Rui Mendes, Fernanda Lapa e António Feio, e textos de autores como William Shakespeare, Georges Feydeau, Bertold Brecht, Caryl Churchill, Bernard-Marie Koltès e Paula Vogel.

Conciliando sempre o Teatro, o Cinema, a Televisão, as Dobragens de Filmes de Animação, Locuções e Publicidade, implementou ainda o Coaching para Atores e o Coaching para Empresas.

Dá Formação desde 1991, em várias áreas como Expressão Dramática, Técnicas de Representação para Câmara, A Construção de uma Personagem- Método de Stanislavski, Discurso e Técnicas de Comunicação- Dicção, divisão de texto,

Publicou um livro sobre Técnicas de Representação, de seu nome “Ah São!”.

 

Conteúdos Programáticos
Os exercícios começarão por um nível simples, através de jogos de expressão e irão aumentando o grau de exigência, conhecimentos técnicos e informação essencial para a Interpretação para Cinema; Sendo que cada turma e cada aluno vão ditando o ritmo de ensino. A Formação é personalizada para o perfil dos alunos de cada grupo.

  • Relação com a Cãmara – Interação direta e Interação indireta;
  • Aprendizagem de técnicas universais de Interpretação para Cãmara com exemplos específicos e postos em prática;
  • Ensaio de cenas retiradas de guiões, pondo em prática a linguagem e conhecimentos adquiridos;
  • Esclarecimento de dúvidas, tomada de consciência do que resulta e perceber como solucionar o que não resulta;
  • Filmagem das cenas e posterior visionamento das mesmas para construtivamente fazer um balanço do apreendido;
  • Promover a auto-análise procurando o que poderá ser melhorado;
  • Filmagem de novas cenas, elevando um pouco o grau de dificuldade e solidificar os conhecimentos adquiridos;
  • Promover o diálogo de forma a garantir que os mesmos conhecimentos ficam adquiridos e tornam os participantes mais aptos para futuras experiência na área da Interpretação para Cinema.
Gravado com Sucesso.