Este evento já ocorreu.
As inscrições estão fechadas.

Curso de Escrita e Fotografia de Viagens na Casa do Eido com Tiago Salazar na Casa do Eido

Curso de Escrita e Fotografia de Viagens na Casa do Eido com Tiago Salazar na Casa do Eido

A Casa do Eido vai receber nos dias 29 e 30 de Outubro. Tiago Salazar que irá ministrar um  curso de Escrita e Fotografia de Viagens 

Tiago Salazar, jornalista, cronista e autor de livros e programas televisivos de viagens, é o formador deste curso que abrangerá considerações técnicas e práticas e fotografia de viagem. O curso  decorrerá entre 11h e as 16 horas e  tem a duração de 10 horas e, um máximo de inscrições de 15 pessoas. As inscrições podem ser feitas através do e-mail  email e têm um valor de 85 euros, por pessoa.  O valor inclui o almoço em ambos os dias. Para os interessados, é possível o alojamento na Casa do Eido,  com uma tarifa especial.

Segundo Tiago Salazar, “Este curso destina-se a toda a classe de viajantes da económica à executiva, dos turistas de sofá aos andarilhos radicais, dos que preferem fazer quilómetros em linhas de papel a embarcar numa estação ou apeadeiro. Aqui não se requer taxas de aeroporto nem se cobra excesso de bagagem. Basta a vontade de chegar aos outros, e sobretudo a disponibilidade do olhar.”

Este curso, inserido na programação cultural da Casa do Eido,  promete ser uma ferramenta para melhorar exponencialmente as futuras experiências de viagem dos participantes.

inscrições e mais informações:

email | 253378181 | 967750506 

Morada: Rua 2 nº6, Vilar-a-Monte 4845-044 Terras de Bouro

Conteúdos do curso 

  • História abreviada da literatura de viagens
  • Autores portugueses do século XVI aos nossos dias
  • Considerações teóricas e técnicas de escrita
  • Escrita e Fotografia no terreno
  • As fases da escrita (do bloco de notas até ao livro)
  • 1ª linha: uma questão do pensamento-sentimento
  • Progressão e desenlace
  • O que não é a escrita de viagens
  • O improviso é premiado
  • Escrita, reescrita e revisão (a arte de contar o que se viveu para contar)
  • Os três “tês”: técnica/talento/trabalho
  • Problemas, erros, sintaxe
  • Recursos (notas bibliográficas, sites, blogues, etc)
  • A fotografia de viagem 

Plano

  • História da Literatura de Viagens
    • Divulgação da literatura de viagens
  • Grandes autores do mundo
    • Considerações sobre as obras de Heródoto, Gustav Flaubert,  Henry Miller, Lawrence Durrell, Orhan Pamuk, entre outros
  • Autores portugueses do século XVI aos nossos dias
    • História das grandes narrativas de viagens em língua portuguesa; considerações sobre as obras de Fernão Mendes Pinto, Ramalho Ortigão, Eça de Queiroz, Raul Brandão, Ferreira de Castro, entre outros
  • Considerações técnicas da escrita de viagens
    • Como se escreve um texto de viagens? da narrativa à crónica, da reportagem à poesia
  • A fotografia de viagem
    • Noções básicas de fotografia de viagens; o retrato; paisagens

Tiago Salazar
Nasceu em Lisboa, em 1972.
Formou-se em Relações Internacionais  e estudou Guionismo e Dramaturgia em Londres. Trabalha como jornalista desde 1991, tendo publicado, entre outros títulos, no Diário de Notícias, Grande Reportagem, Vogue e na revista Egoísta. Foi vencedor do prémio Jovem Repórter do Centro Nacional, em 1985. Em 2010 foi bolseiro da Fundação Luso-Americana em Washington, ao abrigo da Bolsa José Rodrigues Miguéis. Publicou quatro livros de viagens, Viagens Sentimentais (2007), A Casa do Mundo (2008), As Rotas do Sonho (2010) e Endereço Desconhecido (2011)  e o diário Hei-de Amar-te Mais (2013). Actualmente é cronista da revista Volta ao Mundo, guia de "Viagens Literárias" e formador de Escrita de Viagens. É ainda autor e apresentador do Programa “Endereço Desconhecido”, em exibição na RTP2

Casa do Eido

Após vários anos de uma recuperação  atenta e cuidada conjugando as técnicas tradicionais ao conforto da actualidade, a Casa do Eido está aberta desde setembro de 2014 e pretende aliar a sustentabilidade ecológica à cultura.

Localizada na zona Natura,  às portas do Parque Nacional da Peneda do Gerês, esta casa de turismo rural pretende também ser um polo cultural nomeadamente através da realização de workshops sobre diversos temas, exposições de arte e centro de encontro de artesãos tradicionais e contemporâneos.

 

 

Gravado com Sucesso.