Este evento já ocorreu.
As inscrições estão fechadas.

Curso de Media Training

Formação

Media Training 

1. Regras do Jogo

  • O destinatário da mensagem é o público e não o jornalista.
  • Jornalista é apenas um veículo para transmitir a mensagem.
  • Ganha quem impõe a agenda pessoal.
  • Uma entrevista recusada é uma oportunidade perdida.
  • Cada entrevista é publicidade gratuita, ou na pior das hipóteses, uma oportunidade para limitar danos.
  • Entrevista rejeitada = Oportunidade perdida = Prejuízo.
  • Não falar para os seus pares, para a sua igualha, mas sim para um público-alvo.
  • Como controlar a mensagem.
  • Aprender a falar apenas daquilo que se pretende.
  • Os jornalistas escolhem ângulos de abordagem. Porque não hão-de os entrevistados fazê-lo também?
  • Jamais falar em off the record.
  • Nunca dizer a um jornalista aquilo que não queremos que ele saiba ou que nos impute.
  • Perigos do off the record.
  • Bases da negociação entre jornalistas e fontes.
  • Devemos privilegiar os jornalistas que conhecemos ou dos meios de comunicação aos quais atribuímos credibilidade.
  • Saber sempre que tipo de produto vende o meio de comunicação para o qual falamos.
  • Títulos, destaques e manchetes.
  • O que “vende” afinal em matéria de comunicação?
  • O que procuram os jornalistas.
  • Entender idiossincrasias dos profissionais de comunicação e pressão das redações.
  • Exercício - Análise de títulos e manchetes.
  • O timming ideal para dar uma entrevista.
  • Regra dos 30 minutos ao telefone.
  • Não responder em cima do deadline do jornalista.
  • Sometimes more is less...
  • Qual a quantidade de informação que devo fornecer ao jornalista?
  • Trabalhar para os jornalistas que tomam notas.
  • Regra dos três C’s
  • Credibilidade, confiança e competência.
  • Como escrever um comunicado.

2. Entrevista

  • Quebrar o gelo.
  • Falar com o jornalista antes da entrevista.
  • Saber das necessidades do jornalista para aquela entrevista.
  • Dar a entender ao jornalista que lhe vamos dar bom material.
  • Exercício.
  • Abertura e fecho fortes.
  • Diferenças entre a entrevista em directo e a entrevista gravada.
  • Falar em linguagem objectiva e corrente - Ignorar o jargão institucional e da especialidade.
  • Exemplos em video.
  • Exercício de entrevista.
  • Atitude dos formandos será gravada em video e analisada em seguida. O processo pode ser repetido várias vezes.
  • Antecipar questões dos jornalistas - O grande trunfo.
  • A História repete-se? As entrevistas também...
  • Mais do que saber responder, saber o que nos vão perguntar.
  • Exercício.
  • Ajudar o jornalista a tomar notas.
  • Perceber quando captamos a atenção do jornalista.
  • Ritmo do discurso e repetição de ideias.
  • Falar por soundbytes.
  • Como ser um bom entrevistado.
  • Ajudar o jornalista a ter bom material, é ajudar-nos a nós próprios a veicular as nossas ideias.
  • Técnicas: metáforas e analogias, triplas, retórica, contraste, show power, superlativos, cultura pop, emoções, surpresa, clichés.
  • Exemplos em video.
  • Exercício.
  • Os formandos serão gravados em video e o seu desempenho será analisado. O procedimento poderá ser repetido várias vezes.
  • Comportamento numa entrevista por telefone
  • Se é por telefone, porquê escolher o local de entrevista?
  • Sorriso, qualidade do audio e repetição de conceitos.
  • Comportamento numa entrevista de radio.
  • Tamanho das respostas.
  • Porque é que a entoação do entrevistador é tão importante?
  • Quando incluir informação institucional.
  • Repetição de conceitos.
  • Comportamento numa entrevista televisiva.
  • Timming de chegada, roupa e posição corporal.
  • Respeitar as regras dos produtores
  • Os formandos serão gravados durante esta sessão. O seu comportamento será analisado e o procedimento poderá ser repetido.

3. Linguagem Corporal

(Durante todo este módulo, os formandos serão gravados para que a sua postura seja analisada e corrigida)

  • A importância de gesticular.
  • Postura das mãos, em pé.
  • Postura das mãos, sentado.
  • Volume da voz e entoação
  • Regra dos 10% ou 15%
  • Interligação do volume da voz, com os gestos
  • Sentado na cadeira.
  • Biblia da postura corporal em estudio.
  • Roupa e adereços
  • Como vestir numa entrevista de rua.
  • Como vestir numa entrevista de estúdio.
  • Roupa e adereços a evitar.

4. Voz, Ritmo e Linguagem

  • Um segundo de pausa.
  • A precipitação é o maior inimigo do entrevistado.
  • Muletas de linguagem
  • Eliminar pausas, “humms” e espesses parasitas.
  • Exercício gravado. Poderá ser repetido várias vezes.

5. Comunicação de Crise

  • Falar ou calar em tempos de crise?
  • Crise é sempre a curto-prazo.
  • Quem cala, consente/Outros falarão.
  • Falar acerca dos outros e nunca de nós, mostrar altruísmo.
  • Nunca deixar que sejam os jornalistas a descobrir as verdades mais negras.
  • Quando uma entrevista corre mal...
  • Blackout? Sim ou não?
  • Como falar com jornalista ou editor responsável pela má noticia.
  • A profilaxia das respostas curtas e comunicados.
  • Redes sociais.
  • Quem deve dar a cara.
  • Regra da resposta queimada.
  • CEO e a segunda vaga.
  • Estratégia dos múltiplos porta-vozes.
  • Como reagir à ira popular.
  • Quando a atitude é mais importante do que a mensagem.
Gravado com Sucesso.