Este evento já ocorreu.
As inscrições estão fechadas.

Curso de Jornalismo e Reportagem TV

Jornalismo e Reportagem TV

Muitos licenciados em Jornalismo, Comunicação Social, ou Ciências da Comunicação, chegam ao mercado de trabalho sem saber o que é um time code, sem nunca ter gravado uma entrevista, sem nunca ter escrito um texto para reportagem. Alguns têm a sorte de encontrar bons mestres que, nas redações, ensinaram os rudimentos do jornalismo e da televisão. Mas para trabalhar numa área tão competitiva como esta, não se pode ficar apenas à espera da sorte. É preciso estar preparado para o que der e vier. É preciso adquirir ferramentas que permitam lutar por um lugar ao sol. É por isso que nesta workshop de “Reportagem Televisiva”, não lhes vamos dar o peixe… Vamos sim, ensiná-los a pescar. 
Queremos transportar os formandos para situações que um repórter de televisão enfrenta no dia-a-dia. Queremos ensiná-los a tomar decisões rápidas, sob stress, a manter presença de espírito quando o mundo parece estar a acabar. Queremos levá-los para a rua, para o meio das pessoas que são a mais preciosa das matérias-primas. Queremos ajudá-los a conhecer o público para o qual trabalham. Ajudá-los a conhecer-se a si mesmos. Queremos dar-lhes o que as escolas e universidades não dão a ninguém - contacto com o a vida real, com o mundo lá fora. Ser jornalista e trabalhar em televisão é mais do que um simples emprego. É um modo de vida. Quem passar por esta workshop sentirá isso na pele. 
Os formandos farão reportagem, farão directos, saberão como lidar com uma situação de trabalho que os leve a uma festa do jet-set, a perigosos cenários de crime, ou conferências de imprensa. Todos os formadores têm provas dadas em vários canais da televisão generalista, mas também no cabo e ainda em órgãos de comunicação social internacionais. Só trabalhamos com os melhores… E queremos formar melhores profissionais.

PLANO DE FORMAÇÃO - “Jornalismo e Reportagem TV” 

Nota 1: Em todos os capítulos abaixo mencionados, haverá espaço para esclarecimento de dúvidas e debate com os alunos. Haverá também lugar a exemplos práticos relaciona-dos com cada capítulo. Estes exemplos deverão ser mostrados em vídeo. 

Nota 2: Haverá projeção de slides para auxiliar as explicações durante as aulas. 

Nota 3: A vertente prática é a mais importante deste curso. Não há nada como colocar os formandos na rua, a confrontarem-se com aquilo que é a realidade nua e crua.

1. Enquadramento (3 horas) - 2 Fevereiro (18h30 - 21h30)

* Apresentação e expectativas dos alunos

* História do Jornalismo

* Estilos Jornalisticos

* Código Deontológico

* Jornalismo e televisão são negócios - vender é o objectivo

* Os bastidores dos programas de TV (como reagimos aos resultados das audiências, como potenciar os conteúdos que “vendem”, como chegar aos telespectadores).

* Jornalismo como modo de vida - sacrificios a fazer, coisas das quais temos de abdicar 

2. Motivação e Atitude de Repórter (3 horas) - 11 Fevereiro (18h30 - 21h30)

* É possível alcançar o sonho

* Atitude para procurar emprego. Como fazê-lo? Onde? De que forma?

* Procurar uma ferramenta diferente, que nos torne diferentes da concorrência.

* Acreditar que somos diferentes.

* Como sobreviver à profissão - encará-la como uma oportunidade

(deslocações de última hora, imprevistos do clima durante gravações, resistir à frustra-ção quando há atrasos no trabalho, etc.)

* Exemplos da minha carreira

Exercício: Por os miúdos a tentar convencer-me que os contrate

Exercício: Confrontar alunos com situações de stress. O que fariam eles nesses casos?

* Motivação e atrevimento

* Não há impossíveis no terreno

* Honestidade/Credibilidade

- facilita acesso às fontes

- fontes que procuram os jornalistas

* Postura a adoptar em conferências de imprensa e grandes ajuntamentos de jornalistas

* Comportamento face a colegas de profissão

* Ter coragem de descolar e fazer diferente dos outros

Exercício: Ver videos de situações inesperadas e comentar reacções, ou mostrar apenas inicio dos videos, para ver se os miúdos conseguem adivinhar como vai acabar cada uma das situações.  

3. Escrita Televisiva (3 horas) - 16 Fevereiro (18h30 - 21h30)

* Concisão e propensão para a oralidade

* Capacidade de vender a notícia

* Introdução do guião-tipo para peças de televisão

* Costurar um texto com os soundbites dos entrevistados

Exercício - Escrever peças com material já existente. Escrever textos para peças. Discutir resultados com a turma. 

4. Reportagem de Crime, de Informação e de Entretenimento (3 horas) - 18 Fevereiro (18h30 - 21h30)

* Breve abordagem ao jornalismo criminal

- Acesso às fontes

- Como desarmar situações de tensão

- Perguntas na cena do crime

- Reconstruir o crime

- Tentar colocar-se na pele dos protagonistas

- usar o senso comum

* Informação vs Entretenimento

- na escrita

- no acesso às fontes

- na postura do repórter

Exercício - Com soundbites de um evento de moda, ou de música, construir uma peça de informação e outra de entretenimento. Ou seja, fazer duas peças com o mesmo material. Discutir resultados com a turma.  

5. No Terreno - Reportagem e directo (3 horas) - 23 Fevereiro (18h30 - 21h30)

Reportagem

* Briefar repórter de imagem antes de começar a gravar

* Escolher ângulo da notícia

* Como contar uma história em televisão

- Pintar a narrativa

* Acesso às fontes

* Importância de ter interlocutores

* Decidir por peça com off ou live on tape

* Gravação de vivos

Directo

* Saber sempre primeira e última coisa a dizer

* Impacto da primeira frase

* Fechar o ciclo na conclusão do discurso

* Estar no local primordial da acção (escolha do local)

* Importância do interlocutor

Exercício: Executar plano de reportagem

Exercício: Como eliminar os “hums”, “tipo” e outras muletas de discurso.  

6. Planeamento/Produção da Reportagem (3 horas) - 25 de Fevereiro (18h30 - 21h30)

* Pré-produção, marcação de entrevistas, acreditação

* Critérios para seleção da notícia

* Acesso às fontes

Exercício - Produzir uma reportagem, fazer contactos, marcar entrevistas e locais. Discu-tir resultados com a turma.

7. Exercício Reportagem e Directo (3 horas X 6 sessões = Total 3 dias no exterior) - 1, 2 e 3 de Março

(Dois formandos saem das 8h30 às 12h30, outros dois saem das 14h às 18h)

Exercício - Ir para o terreno fazer reportagem e experimentar todas as situações anterio-res. Treinar presença diante da câmara. Simular directos. Discussão de resultados com a turma.

8. Visionamento, anotação e escrita de reportagens (3 horas) - 7 de Março (15h30 - 18h30) - (NOTA - Esta sessão não funciona em horário pós-laboral)

- Edição começa no visionamento

* Cortar entrevistas

* Estrutura da peça

Exercício: Visionar, anotar e escrever as reportagens realizadas na semana anterior.

9. Locução (6 horas) - 12 Março (10h - 13h e 14h - 17h)

* Voz off

- técnicas de relaxamento e colocação de voz

Exercício - Visionar, anotar e escrever peças gravadas. Ensaiar e gravar voz off. 

10. Edição (4 horas X 6 sessões = Total 3 dias = 24 horas) - 15, 16 e 17 Março

(Dois formandos das 9h às 13h, outros dois das 14h às 18h)

Exercício: Editar peças gravadas.

11. Visionamento e discussão das reportagens com a turma - 22 de Março (3 horas) (18h30 - 21h30)

Exercício: Ver reportagens em conjunto e discutir cada uma delas. Levantar questões. 

12. Directo (3 horas) - 24 Março (18h30 - 21h30)

Exercício: Desafiar os alunos a entrevistar o formador, num determinado contexto. Ou seja, o formador escolhe vestir a pele de uma personagem, que será entrevistada pelo aluno. Será uma simulação de um directo, ou um falso directo. Toda a turma está a assis-tir, para criar a pressão no aluno que faz o directo. 

13. Avaliação (3 horas) - 29 Março (18h30 - 21h30)

Avaliação dos alunos, conselhos individualizados para cada um, entrega de certificados. Visualização das reportagens e directos. 

Total: 42 horas

Preço: 420€

Formadores:

Luís Maia - Jornalista 
Pedro Soares - Realizador e Operador de Câmara
Ricardo Santos - Realizador e editor de imagem
João Lobato de Faria - Locutor
Daniela Azevedo - Jornalista/Locutora

Luís Maia - Jornalista/Coordenador de Formação/Formador

Tem 39 anos e licenciou-se em Comunicação Social no Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas. Em Outubro de 1999, largou o emprego em part-time num call center para estagiar a troco de umas senhas de refeição, na redação de Informação da TVI. Uma semana depois de terminar o estágio, foi contratado como repórter pela produtora Duvideo, para incorporar a equipa do programa Hora Viva - Segurança em Directo, transmitido na RTP1. Depois disso trabalhou também como repórter para as Produções Teresa Guilherme, Comunicassem, Jornal 24 Horas, SIC, TVI, viveu durante um ano em Angola, onde coordenou os conteúdos de entretenimento do primeiro canal de televisão privada a nascer naquele país, a TV Zimbo. 
Participou em projectos tão distintos como Survivor e Lux, emitidos na TVI, até se converter em especialista no segmento criminal. Actualmente dá a cara, diariamente, em directo, pelo programa Queridas Manhãs, na SIC. 
Como freelancer fez guionismo e voz off para documentários do Canal História, mas também locutou para o Discovery, Odisseia e National Geographic. Mantém colaborações esporádicas com alguma imprensa internacional. Pelo meio disto tudo, ainda tem tempo para a família e, de vez em quando, para comer e dormir…

Pedro Soares - Realizador/Operador de Câmara/Formador

Tem 40 anos e está no mercado desde 2001. É daqueles tipos tão profissionais que não se contentou em tirar um curso de Ciências da Comunicação, na Universidade Independente. Teve de ir também fazer um curso de Operador de Câmara e ENG, na ETIC. E pela área da imagem ficou, este extraordinário profissional. Desde novelas para TVI, campanhas eleitorais para a RTP, programas juvenis para a SIC Radical, ou de entretenimento para a SIC generalista, Pedro Soares já fez um pouco de tudo, como operador de câmara.
Seria fastidioso enumerar todos os programas em que já colaborou, até porque isso ocuparia demasiadas linhas deste texto. Mas é importante dizer que trabalha com a mesma destreza na rua, em estúdio, ou em eventos desportivos, como o comprovam os documentários que fez para o Canal História, os trabalhos para SportTV e EuroSport, bem como os grandes formatos de entretenimento nos quais colaborou para os canais generalistas.
Já realizou sketches para o programa 5 Para Meia-Noite e, actualmente é freelancer. 

Ricardo Santos - Realizador/Editor de Imagem/Formador

Chegou ao mercado audiovisual em 1994. Veio da área da engenharia, onde desenhava estações de tratamento de águas, mas tinha criatividade a transbordar dentro dele e precisava de novos desafios. Começou por fazer grafismos no programa Recreio do Tonecas, da RTP, para a produtora Videomedia e ficou viciado em televisão. 
Desde então já trabalhou também para SIC e TVI. É daqueles sortudos que não se pode queixar de falta de trabalho, porque toda a gente o quer, sem segundas intenções, claro está…
Actualmente faz edição de imagem e realiza. Como editor, embarcou na aventura de viver no Qatar entre 2012 e 2013, para trabalhar na Al Kass, estação de televisão local. Aí dedicou-se essencialmente a eventos desportivos regionais. Mas já participou também em grandes eventos como o Euro 2004 e Roland Garros, como operador de EVS.
Realizou videoclips para Boss AC, Mafalda Veiga e Mão Morta, por exemplo. E realizou documentários sobre Tito Paris e Cabo verde, entre outros. Hoje, aos 41 anos e é freelancer.

João Lobato de Faria - Possui experiência profissional de vários anos  na realização de:

Spots publicitários para rádio e televisãoLocução para cursos de e-learning para firmas/empresas nacionais e estrangeiras (SantanderTotta,  Avanzo, EDP)

Programas lúdicos para uma rádio luso americana ( WJFD)Locução institucional na área da cultura

Locução para áudio livros infantis (Girassol Editores)Locução para roteiros culturais e de viagens (Iclio, Izi.travel)

Voz off para bancos, companhias de seguro (Santander Totta, Companhia de Seguros Lusitania)

Voz off para anúncios comerciais nacionais e estrangeiros
Rúbricas humorísticas para rádio
Speaker em eventos

Possui :

Curso de rádio tirado na Universidade Aberta de Lisboa - UAL

Dono da Empresa Roda dos Sons em Lisboa

Daniela Azevedo - Jornalista/Locutora

Deu início ao seu percurso profissional na Rádio Lezíria a fazer noticiários e como autora do programa “Sub 30”, com músicas dos anos 60, 70 e 80, em 1996. Seguiu para a extinta Rádio Ateneu onde continuou a editar noticiários e rubricas de informação semanal tendo, também, passado pela redação da Rádio Ribatejo.Entre 1997 e 1999 integrou a redação e programação das igualmente extintas Rádio Nova Antena e Latina FM, numa altura em que se dá o início das emissões automatizadas em rádio. Entrou para a Rádio Comercial em março de 2000 para integrar o Serviço Nacional de Trânsito e o departamento de multimédia. Um ano depois, a convite de Carlos Ribeiro, junta-se às manhãs da Rádio Nacional. Voltou a trabalhar com Carlos Ribeiro, mais tarde, na Romântica FM.Em 2002, com os Estúdios Soundville, criou a “Rádio Principal-Online”, uma das primeiras iniciativas de difusão radiofónica online em Portugal.Fez produção e locução de conteúdos informativos para difusão nos sites do grupo Media Capital e na rede de telecomunicações TMN (serviços WAP e MyTMN), até julho de 2006. Nesse período foi assistente de produção dos conteúdos das Produções Fictícias, também difundidos pela TMN em regime contratual com a Rádio Comercial.Em setembro de 2005 voltou à realidade das rádios locais para, na Rádio Voz de Alenquer , dar voz ao programa “33 Rotações”, novamente sobre música dos anos 60, 70, 80 e 90, e à rubrica “Red Line” sobre desporto motorizado. Desde março de 2011 que se mantém como moderadora do programa de debates políticos “Alenquer em Debate”.Em 2007 tornou-se voz de estação da Horizonte FM.Em 2009, na Mix FM, deu voz ao programa “ProDJ Radio Show” sobre DJ’s, VJ’s e produtores musicais.Integrou a equipa fundadora da M80 onde esteve até junho de 2010 como locutora e autora da rubrica semanal (também em podcast) “Perdidos no Tempo”.Em setembro de 2014 passou a assinar os blocos noticiosos sobre desporto motorizado na Rádio Motard FM.

Horário: 18h30 às 21h30

Contacto:email

TM - 96 105 90 61

Gravado com Sucesso.