Este evento já ocorreu.
As inscrições estão fechadas.

Francisco José Viegas – O Adeus à Arma. O Medo da Literatura Policial

Francisco José Viegas nasceu em 1962. É escritor, jornalista e editor. Fez parte da redacção de vários jornais e revistas em Portugal, como o Jornal de Letras, o Expresso, o Semanário, O Liberal, O Jornal, o Se7e, o Diário de Notícias, O Independente, a Visão, a Notícias Magazine, a Volta ao Mundo, entre outras publicações. Foi, adicionalmente, responsável pela revista LER e director da revista Grande Reportagem. Foi director da Casa Fernando Pessoa, entre 2006 e 2008, e Secretário de Estado da Cultura do XIX Governo Constitucional, entre 2011 e 2012. Foi autor de vários programas culturais na rádio e televisão (Livro Aberto, Escrita em Dia, Ler para Crer, Primeira Página, Avenida Brasil, Prazeres, Nada de Cultura). Na sua obra destacam-se os romances “Regresso por um Rio”, “Crime em Ponta Delgada”, “Morte no Estádio”, “As Duas Águas do Mar”, “Um Céu Demasiado Azul”, “Um Crime na Exposição”, “Um Crime Capital”, “Lourenço Marques”, “Longe de Manaus”, “O Mar em Casablanca” e “O Colecionador de Erva”. Os seus livros estão publicados em Itália, na Alemanha, no Brasil, em França e na República Checa. “Longe de Manaus” valeu-lhe o Grande Prémio de Romance e Novela da Associação Portuguesa de Escritores, em 2005.

link

link

Gravado com Sucesso.