FORMAÇÃO EM ATIVIDADE PERICIAL

Adicione ao seu Calendário

CURSO DE ATIVIDADE PERICIAL

INSCRIÇÕES ABERTAS
Entidade Formadora Certificada pela DGERT
Certificado pela APC - Associação Portuguesa de Criminologia

1.Cognos Formação e Desenvolvimento Pessoal
Site: www.cognos.pt
Telefone: 220965669 ou 910415337
Em qualquer parte em formato e-Learning

2. OBJETIVO GERAL
Pretende-se que no final da formação, os formandos sejam capazes de compreender o enquadramento legal das Perícias Forenses, bem como as especificidades das Perícias Médico-Legais Forenses e as Perícias Psicológicas Forenses.

3. OBJETIVOS ESPECÍFICOS
 a) Definir o conceito de Perícia Forense;
 b) Compreender o enquadramento legal que regula a atividade pericial;
 c) Identificar as principais características e competências que um Perito deve possuir;
 d) Perceber os objetivos, condicionantes e especificidades das Perícias Médico-Legais Forenses;
 e) Perceber os objetivos, condicionantes e especificidades das Perícias Psicológicas Forenses.

4. PLANO CURRICULAR
MÓDULO 1: PERITOS, PROVA E PERÍCIA (5 HORAS)
MÓDULO 2: PERÍCIA MÉDICO-LEGAL FORENSE (10 HORAS)
MÓDULO 3: PERÍCIA PSICOLÓGICA FORENSE (10 HORAS)

5. CERTIFICADO
No final da formação os formandos aprovados  receberão 2 Certificados:
•Certificado emitido pela Cognos, que descreve detalhadamente os objetivos gerais, área de formação, conhecimentos e competências adquiridas, plano curricular, avaliação obtida e, metodologia de avaliação;
•Certificado de Formação Profissional emitido através da plataforma SIGO (Sistema de Informação e Gestão da Oferta Educativa e Formativa) coordenado pelo GEPE-Ministério da Educação e Ciência, tal como previsto na Portaria nº 474/2010, de 8 de Julho.

O Certificado de Formação Profissional é emitido sempre que os formandos atinjam uma classificação final igual ou superior a 10,00 valores. A emissão é realizada através da plataforma SIGO (Sistema de Informação e Gestão da Oferta Educativa e Formativa) coordenado pelo GEPE-Ministério da Educação e Ciência, tal como previsto na Portaria nº 474/2010, de 8 de Julho.

Gravado com Sucesso.